sexta-feira, 10 de junho de 2011

Como se inserir no mercado de trabalho depois dos 40 anos

Como se inserir no mercado de trabalho depois dos 40 anos

No mês de Junho escrevi o artigo respondendo a uma sugestão da leitora Márcia Gamba, sobre as dificuldades de emprego para os "acima dos 40 anos".

Terminei o artigo dizendo : Em resumo: não se considere fora do mercado. Vital é manter-se atualizado e focado na superação. Seja dinâmico, estude muito e (re) conquiste seu espaço. O sol nasce pra todos. A sombra dele é para poucos. O BRILHO NOS OLHOS É FUNDAMENTAL !
No próximo mês abordarei algumas informações de como se inserir ou manter no mercado após os 40 anos. Não percam!

Qual não foi a minha surpresa com tantas participações a favor e contra meus argumentos! Felizmente mais a favor do que contra... Vocês chegaram a ler as opiniões?
O mais importante foi a discussão, que enriquece o Blog e faz com que tentemos nos aprimorar mais e mais.
Este mês , como prometi vou tentar dar a minha contribuição de como se inserir ou manter se no mercado após os 40. São apenas frases que indicar reflexão e em muitos casos ações para modificar seus paradigmas.

Vamos começar pelos que estão próximos dos 40 anos: se você é um deles comece pelo básico :
  • Reveja a maneira como você interpreta a realidade (mapas mentais) , pois a realidade mudou. As pessoas com mais de 40 anos estão com energia e dinamismo muito grande e quem ignorar isto estará apenas enganando a si mesmo.
  • Lembre-se que um dia você terá mais do que 40 anos, portanto a questão é pessoal . Não ache que isso não lhe afetará e que está seguro.
  • Se você for contratar alguém, não se preocupe com a idade mas sim com o caráter, experiência e potencial do profissional. Seja justo em suas considerações, pois você será um modelo para colegas que não pensam como você.
  • Não se sinta intimidado por profissionais mais velhos, todos somos no fundo colegas de trabalho e sempre temos algo que aprender um com os outros. A vida é uma troca.
  • Procure aconselhamento ou consultoria para a aprender a lidar com subordinados mais maduros que você, e demonstre a eles que você tem interesse a aprender a se relacionar e resolver eventuais problemas culturais .
  • Estimule nas suas equipes o clima de troca de experiências e a ter relacionamentos de igualdade entre os seus colaboradores, ajude a mostrar que todos sempre ganham com a diversidade.
  • Comece a programar sua carreira hoje, pensando no que vai querer ou poder fazer após os 40 ou 50 anos e eventualmente aproveite a oportunidade para desenvolver uma segunda carreira ou uma nova fase da mesma carreira que exerce hoje. Sempre há oportunidades a serem exploradas.

Se você tem mais de 40 anos: lembre que manter sua auto estima é fundamental !
  • Caso você tenha mais de 40 anos, seja criativo, inove, tente aprender algo com as pessoas mais jovens ao seu redor e também se sinta e faça efetivamente parte do time. Não fique repetindo..."no meu tempo". O seu tempo é HOJE!!
  • Também reveja a maneira como você interpreta a realidade (mapas mentais) , pois a realidade mudou e você terá com certeza mais algum tempo de trabalho pela frente e seria bom sentir-se e preparar se para ser pró-ativo e inovador usando a experiência acumulada para visualizar ou explorar novas oportunidades. Conheço muitos que mudaram radicalmente suas carreiras e estão ainda mais felizes: veja os depoimentos de Marina Amaral e José das Graças de Souza nos Comentários do mês de Junho.
  • Lembre-se que sua vida pessoal é a sua carreira mais longa. Invista nela , passe um tempo com sua família e amigos. Desenvolva bons relacionamentos e seja feliz também fora do trabalho.
  • Veja que este pode ser o momento de rever sua carreira pessoal e profissional e pensar no que quer fazer na segunda metade de sua vida. Evoluir sua carreira para um nível diferente, ou até mesmo desenvolver uma nova carreira. Há profissionais com 70 e poucos anos ainda na ativa!
  • Ajude seus colegas e colaboradores a superar eventuais diferenças culturais e a usufruir um clima de troca de experiência e aprendizado mútuo.
  • Mantenha o "seu produto",VOCÊ, atualizado, preparando-se para enfrentar as novas condições econômicas, revisando a autocapacitação. Fala línguas; domina a informática?
  • Utilize a rede de amigos para recolocar-se no mercado . O Networking é fundamental .
  • Participe de palestras , cursos gratuitos e encontros .Aprende com eles e ainda conhece novas pessoas .
  • Encontre fontes de inovação, estimulando a visão de novas oportunidades.
  • Aceite as novas formas de trabalho, as quais passam por redefinições profundas, como contrato temporário, de tempo parcial, de prestação de serviços, trabalho por projetos, contratação como Pessoa Jurídica, etc. Tente saber mais sobre elas.
  • Mantenha o entusiasmo e a energia, buscando fazer aquilo que lhe dá prazer.
  • Seja mais ousado e se predisponha a assumir riscos, buscando o equilíbrio para não transformar a luta por novas oportunidades em sofrimento.
  • Use o equilíbrio emocional a seu favor .
  • Cuide da aparência e saúde. TODOS dentro de uma organização valorizam esses fatores.
  • Tenha seu objetivo profissional bem definido antes de sair a campo em busca de uma colocação.
  • Elabore um portfólio profissional adequado com foco na área em que pretende atuar.
  • Procure ter flexibilidade para se relacionar com pessoas e para negociar. No setor de serviços, o mais experiente é muito requisitado.
  • Cuide em manter a aptidão para assumir postos que, em outras ocasiões, exigiriam treinamento prévio para pessoas mais jovens.
  • Treine a transmissão de conhecimentos para os mais jovens. Vários setores estão adotando essa prática, devido à dificuldade com qualificação profissional.
  • Venda a oportunidade para os empregadores reduzirem custos com encargos sociais, contratando-o por projetos, como prestador de serviço, entre outras opções.
  • Não se deixe vencer ! Venda-se e pratique o Marketing Pessoal a todo instante.
  • Insira-se e participe em redes de relacionamento. Faça um Blog ou um Twiter. Não há como ficar longe das novidades tecnológicas!
  • Procure emprego pela Internet. A maioria deles está disponível em sites ou portais. O mundo evoluiu e você faz parte dele.
  • Por fim não esqueça : quem não é visto não é lembrado!
Aguardo a contribuição dos colegas para inserir nas reflexões e ações outros aspectos que talvez não tenha elencado acima.

Um abraço !

Hits: 10283

Comentarios (97)

RSS feed Comments
...
Passo por isso a uns dois anos. Tenho 46 anos agora e no mês passado participei de um processo seletivo (milagre), fiz todos os testes psicológicos, dinâmicas e passei. Fui para a entrevista creio que respondi a contento pois fui sincera e frisei que a vaga seria um passaporte para entrar na empresa, porque iria me dedicar ao máximo e seguir crescendo, que meu projeto de vida é ser uma excelente gestora.

Fiquei aguardando ser chamada. A função era de Aux. Adm. tarefa que, com certeza, faria de olhos fechados: atualizada, cursando administração de empresas, IRA (índice de rendimento acadêmico) 9,1. Com conhecimento profundo em informática e bom domínio do português.

Autodidata em alguns assuntos: costumo dizer que o que não sei, aprendo com facilidade. Deficiência: não falo outro idioma mas já estou fazendo curso de inglês e depois farei espanhol. Já trabalhei em Banco, comércio e serviços (fui sócia-gerente de uma empresa de designer gráfico: empreendedora. Porque desisti???? trabalhar muito para alimentar a corrupção do nosso País com os impostos cobrados??? tô fora).

No e-mail que me enviaram dizia: Agradecemos sua participação mas outro candidato se adequou melhor ao "perfil da vaga". Que perfil é esse??? domino o word, o excel, e outros programas. Conheço o mecanismo das redes sociais, tenho twitter, blog, facebook, orkut, linkedin. Já trabalhei com e-book e atualmente participo de processos Crowdsourcing (empresas buscam alguém para efetuar determinada tarefa - através de leilões). 
 
Faço inúmeros cursos, trabalhos voluntários, tenho submetido trabalhos acadêmicos e são aprovados, tenho um grau de responsabilidade e comprometimento acima da média. Melhor nota da sala, admirada e respeitada pela maioria dos professores, colegas e amigos (unanimidade ninguém tem) . Terminei o 5º período de Administração e já completei minha carga horária de Horas Complementares. Qual perfil eu me encaixo?

Tenho 2 filhos pequenos (5 e 10 anos) mas em 2008 trabalhei em uma Construtora e nunca faltei um dia, chegava cedo, dava conta do meu serviço e ainda fazia a parte de publicidade da empresa (e-mail marketing, folders (layout e arte final), toda a parte de informática, mesmo a função sendo de assistente da diretoria.

Sai por causa da crise e do salário que não estava cobrindo minhas despesas para ir trabalhar. A promessa de aumento de salário (esperei por oito meses) foi prejudicado pela crise dos EUA no mercado imobiliário. O público da Construtora era totalmente estrangeiro e foram os mais afetados. Enquanto algumas pessoas (jovens ou velhas) encontram desculpas a toda hora para faltar e não se comprometem, etc. A idade é apenas na carteira porque me sinto jovem, tenho aparência de menos idade, dinâmica e moderna.

Sinto-me extremamente capaz! Li os comentários acima e me encaixo em muitos deles (quem quiser ler os outros comentários acesse o link da matéria original). As vezes percebo medo nas pessoas de me contratar. Será que acham que vou tomar o lugar delas? Ou têm medo que eu não reconheça a autoridade deles? Ou acham que estou desatualizada, cheia de desculpas para faltar tão logo seja contratada? Quero tanto trabalhar que faria de graça (já faço trab. voluntários para me sentir útil) mas preciso viver e não se vive de brisa. Escolhi participar do processo seletivo de Aux. Adm. por ser uma função inferior a minha capacidade, mas que seria um meio de crescer profissionalmente quando já estivesse lá.

Hoje ganho a vida trabalhando como designer gráfico free lance mas gostaria mesmo de ter oportunidade de trabalhar em uma grande empresa com cultura adhocrática para realmente utilizar todo o potencial que eu sei que tenho e que ninguém me deixa provar.

Não desanimo nunca. Não vou permitir me abater pelo julgamento de pessoas que não conhecem minhas competências e o meu contexto, só baseados em Teorias, que são válidas hoje e muda tudo amanhã. Sou mais que um "perfil" mal traçado. Sou mais, quero mais e posso mais. Tenho plena consciência das minhas capacidades e limitações. Tenho o que chamam de Resiliência. Dou sempre a volta por cima e continuo tentando. Algo maior que tudo isso existe em meu coração e atende pelo nome de DEUS. Ele me faz reagir e agir, sempre!

Escolhi que só tenho uma opção na vida: ser feliz!
celia buarque , junho 09, 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muitíssimo obrigada por dedicar um pouquinho do seu tempo a comentar meu blog. Fez valer a pena o tempo que me dedico a ele.

Gostou? Compartilhe!

Pesquisar este blog

Faça uma criança feliz!

Esse cantinho é ainda uma criança e é muito especial, se você gostou deixe seu comentário. Faça essa criança feliz!.

Follow by Email

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cadastrar desaparecidos