terça-feira, 8 de março de 2016

PELO DIREITO DE EDUCAR MEUS FILHOS! - DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Até que ponto nós Mães Brasileiras podemos comemorar? Desandado que está nosso país, quer seja de cunho político ou econômico e descampando para o cunho moral, onde grupos se acham no direito de doutrinar nossos filhos em nome de uma "defesa de minorias"? que, embora mereçam nosso respeito, não nos podem roubar o direito a, também, sermos respeitados. Onde escolas se acham acima da lei e descumprem o que determinou o Congresso Nacional, a Câmara Municipal de Natal, a Convenção Americana de Direitos Humanos, o Código Civil, a Lei de Diretrizes e bases da Educação Nacional e até a Constituição Federal? Até que ponto chegaremos com essa manobra nojenta de querer impor a pornografia generalizada. Vitimando crianças e jovens? O prazer a qualquer custo? Mesmo que seja crime como é o caso da Pedofilia? Querem nos transformar em uma Suécia? onde jovens se suicidam por não terem base alguma? Por não saberem o que são? Preferências sexuais não é, necessariamente, promiscuidade. Quão vítimas seremos? Independente de homo ou heteros? Como não levar a sério as consequências danosas que causarão em nossos jovens? Qual a maturidade que eles têm de discernir o que é instrução de doutrinamento? Qual a base científica? Qual a base jurídica? Para esse "ensinamento". Qual a capacidade técnica dos professores em saber transmitir esse conteúdo sem imprimir suas ideologias? Qual o possível constrangimento que ambos (professores e alunos) possam estar sendo submetidos? Cabe a família EDUCAR e a escola INSTRUIR (transmitir o conhecimento de forma científica, e não tendenciosa e até constrangedora).
Modismo? Teste? Sem nos dá, mesmo previsto em lei, o direito das famílias opinarem, escolherem, decidirem o que querem para seus filhos? Estão acima da Lei? Federal, Municipal e até Internacional? Estão acima do Estatuto da Criança e do Adolescente? Até que ponto o direito de uns podem sobrepor, e até proibir, o direito de outros? É proibido discordar? Somos seres pensantes, ou nos consideram tão ignorantes que não enxergamos à manobra que está por trás dessa "bandeira em defesa da diversidade"? O que fazer, ou a quem recorrer, quando nos sentimos encurralada com essas atitudes? Alguém pode dizer? É correto transmitir em sala de aula ou incentivar adolescentes a assistirem filmes de natureza questionável sem nenhuma base científica e/ou legal? Produzidos por qualquer pessoa? Sem nenhum critério? Sem classificação etária adequada? Grito hoje pela garantia da liberdade e do direito de educar meus filhos. Já que cabe a mim o ônus de arcar civilmente pelos seus atos. Célia Buarque Mulher e Mãe aflita com o esse caos instalado em nosso Amado Brasil!

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Força e Fé: Diferença

Ouço algumas pessoas dizendo que quem tem Fé não desanima. E os fracos não tem Deus no coração. Acredito que isso é pesado demais para alguém ouvir. Principalmente quando estamos no limiar da dor. Afinal, Jesus, quando estava sendo crucificado, disse: Pai, por que me abandonaste? Será que Jesus perdeu a Fé? Ou será apenas o reflexo de sua condição humana Naquele momento de extrema dor? Fé para mim, hoje, depois de tudo que já passei é: Minha incondicionalidade de crer no Pai. Força é algo limitante pela minha essência. Em alguns momentos de minha vida Quando a dor era insuportável Disse a Jesus: Pai sei que Tu tens o Teu Tempo de agir. E eu creio totalmente em Ti. Porém minhas forças já não são suficientes. Acredito que fiz tudo que estava ao meu alcance. Se há mais alguma coisa por fazer Mostra-me o caminho.
Não era Fé que me faltava Eu sentia a proteção divina. Era força que não tinha para seguir lutando Nesse mundo tão insano. Ele me enchia de Paz Arrumava a minha vida Nos pequenos e grandes detalhes Recarregava minhas baterias Eu sentia que era a hora Dele agir. E minha hora de viver pela graça. Ao tentar encorajar alguém Muitas vezes as palavras são crueis. Somos frágeis, passíveis de erros De fraquejar. Permita-se chorar. Permita-se não vestir a roupa de super herói. Algumas vezes, ou quantas vezes Forem necessárias.
As lágrimas recomponhem nossas forças. A introspecção também nos acalenta. A oração nos fortalece. Os bons amigos nos encorajam. Lembrando sempre do que é mais importante: Somos Filhos de Deus! Ele está Presente. Deixe-o agir. Convide-o a arrumar sua vida. Faça a sua parte. Ele não abandona seus filhos. Por merecimento! Por Misericórdia! Por Amor! Eu creio indondicionalmente em Deus!

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Eu tenho sede...

Eu tenho sede...

Célia Buarque
Eu tenho sede...
Fonte da Imagem: www.sofrases.com

De conhecer a verdade sobre Jesus.
De seguir seus ensinamentos e não os dos homens e seus dogmas.
De servir ao mestre e não as religiões.
De buscar viver como Ele quer que vivamos.
De me envolver com seus propósitos.


De ser um exemplo na terra
Ou, se isso for querer muito, pelo menos alguém de quem eu não me envergonhe.
De estar sempre forte na Fé
Embora algumas (e muitas vezes) me sinta sem Forças.


De buscar viver na graça
e nela encontrar a Paz.
Paz que requer simplicidade
na alma e no espírito
Eu tenho sede...

(Muitas vezes percebo alguém querendo me levar para seguir seu caminho, sua igreja, suas crenças... não tenho vontade e nem quero mudar de religião... quero seguir e servir apenas ao Mestre. Isso me basta!)

Gostou? Compartilhe!

Pesquisar este blog

Carregando...

Faça uma criança feliz!

Esse cantinho é ainda uma criança e é muito especial, se você gostou deixe seu comentário. Faça essa criança feliz!.

Follow by Email

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cadastrar desaparecidos